Deutsch English Español Francais Italiano Português
Lubrificante para transmissões de força, penetrante, antidesgaste, extrema pressão aprovada pela norma NSF H1 para indústrias agroalimentares.

LUBRIFICANTE ADESIVO PENETRANT

CONTACTO ALIMENTAR

VELOCIDADES BAIXAS OU MUITO GRANDES

COMPONENTES ABERTOS

EXTREMA PRESSÃO

ANTIDESGASTE 
RESISTE À CENTRIFUGAÇÃO

HIDRÓFUGOS

RESISTÊNCIA TOTAL À ÁGUA E VAPOR

Sem HFC 134 com gás fluorado com efeito estufa

Diretiva sobre gases fluorados 517.2014

iBiotec NEOLUBE® CT 20 AL

 

 

Lubrificantes correntes mecânicas industriais

 


 

RESISTÊNCIA À TEMPERATURA

Temperatura de utilização constante

Binário de arranque a frio a -20°C

ASTM D 1478-63

 

 

-30°C+140°C

10 N.cm

 


 

 

RESISTÊNCIA À CARGA

Test SHELL 4 Billes ISO 20.623

Diâmetro de pegada

Índice de carga de solda

Teste SRV ASTM D 5707

 

 

 

 

 

0.70

3500 da.N

0.13

 

 

 

RESISTÊNCIA À VELOCIDADE

Correntes com velocidades baixas ou muito altas  

 

 

 

 

 0.45 m.sec

 

 

 

RESISTÊNCIA A AMBIENTES

Resistência à lavagem com água a 80°C

ASTM D 1264

Lubrificação na presença de humidade, de projeção de água, de atmosferas corrosivas, ácidos e bases fracas

Atmosferas com pó, abrasivas

 

 

 

 

inf. a 1% de massa       

                          Jacques Tardif     iBiotec    Tec industries         Tec investissements    

Jacques P. TARDIF

Diretor técnico 

   

Uma corrente mecânica destinada à transmissão de potência sofre durante a sua vida inteira uma taxa de desgaste fraca se tiver sido bem concebida. Mas uma corrente está sujeita a extensões, bem como oscilações cuja amplitude é exponencial.

Qualquer início de desgaste diminui o passo das rodas dentadas, gera uma assimetria das mesmas por perda de metal e resulta em fenómenos de vibração.

Uma corrente de funcionamento normal é acionada pelo flanco dos dentes. Se o desgaste for muito forte, salta sobre os dentes. O desgaste aumenta até ao descarrilamento.

Por conseguinte, a fricção reside nomeadamente nos contactos superficiais dentes/eixos/buchas.

Assim, o lubrificante utilizado deve penetrar e aceder a estas superfícies.

Um lubrificante externo tem, por conseguinte, pouca utilidade.

Em motos de alta competição, os mecânicos ou pilotos conseguem mesmo limpar o excesso de lubrificante à superfície das correntes com um pano limpo.

 

Foi colocado em evidência há alguns anos, como parte da pesquisa em atrito Supra (Super Lubricity), que, para obter microfricções ultrafracas, a primeira condição para estes microatritos serem conseguidos (coef. 20/01 ° = 0,05) era uma limpeza absoluta das superfícies.

O mesmo se aplica à lubrificação das correntes; para que as fricções, logo, o desgaste, seja mínimo, é preciso aplicar um lubrificante penetrante e numa transmissão de energia adequada.

                             


 

 

 

 

 

 

Aerossol 650 ml

Lubrificante para transmissões de força, penetrante, antidesgaste, extrema pressão aprovada pela norma NSF H1 para indústrias agroalimentares. 

 

 

  Lubrificante para transmissões de força, penetrante, antidesgaste, extrema pressão aprovada pela norma NSF H1 para indústrias agroalimentares.

 

Faça o download do nosso catálogo de produtos - Edição de setembro de 2018

 

Procura outro produto?

Descubra toda a nossa gama clicando na fotografia

 

Lubrificante para transmissões de força, penetrante, antidesgaste, extrema pressão aprovada pela norma NSF H1 para indústrias agroalimentares.

 

Fabrico, lubrificação, limpeza, proteção, a

IBiotec® Tec Industries® Service 

oferece uma vasta gama de produtos reservados à área industrial

 


 

 Se pretender:

 

 Amostras grátis
Aconselhamento técnico
Fichas de dados de produtos
Fichas de dados de segurança

 

- Contacte-nos -

 


IBiotec® Tec Industries®Service


fabricante de produtos químicos técnicos. 
Bem-vindo ao nosso site.



IBiotec® Tec Industries®Service está no: YOUTUBE